Deixe aqui seu comentário

24 comentários:

  1. Oi Waldyr!
    Muito sucesso para você e Ernesto através do guia!
    Vou ao Parnaso em dezembro, pois quero passar uns dias lá no Abrigo4 e visitar alguns cumes. Vou adquirir o livro lá no Centro de Visitantes (lojinha), ok?
    Beijo grande no teu coração!
    Ester Capela

    ResponderExcluir
  2. Valeu Ester !!!! Com certeza você encontra lá na lojinha. Boas Trilhas !!!!

    ResponderExcluir
  3. Waldyr, adorei seu novo livro, ele está lindo e preciso, ou seja, na medida!
    Está perfeito para os aventureiros de trilhas e montanhas!
    Você não poderia ter escolhido melhor o local de exploração, pois adoro Teresópolis!
    Sou sua fã desde o primeiro livro, e explorei muitas trilhas magníficas do outro e agora vou dividir meu tempo com mais este novo guia fantástico, de Teresópolis.
    Desejo muitas felicidades para o novo rebento, muito sucesso, e futuras novas criações e explorações para você e para nós também!

    Beijos,
    Luciana Sobral.

    ResponderExcluir
  4. Certamente o guia vem numa boa hora. Hora em que os olhos do turismo mundial estão se voltando para o Brasil. O ecoturismo que é a fatia do mercado do turismo que mais cresce no mundo e é a que o Brasil tem ainda muito a explorar, mostra sua tendência com o lançamento deste guia. Já tenho o meu, mas apesar de ainda não tê-lo lido por completo ainda, já foi possível notar que é um excelente trabalho de pessoas empenhadas e de visão ! Parabéns Ernesto e Didi !

    Deixo aqui meu abraço para vocês que buscam com muita seriedade transformar o nosso turismo num turismo efetivamente sustentável.

    Att,

    Leo "o trilheiro" Holderbaum
    Turismólogo, esp. Turismo Sustentável

    ResponderExcluir
  5. Parabéns por mais uma publicação! Já estou esperando o meu exemplar! :-)
    Abs!

    ResponderExcluir
  6. Alguns anos atras erá simplismente uma ideia.
    Uma ideia de lançar um guia de caminhadas, hoje é uma realidade alias uma não duas já que alem do guia de caminhadas de Petrópolis que continua bombando agora tem este novo guia.
    Isto mostra o quanto acreditar em um sonho pode ser tornar realidade, parabens amigo e compadre Waldir!!!!
    Vamos continuar agitando o montanhismo e hoje não mais comendo pelas beradas mais sim já sentando na messa da Diretoria.
    Grande abraço !!!!
    Jaci Corrêa

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo Guia! Já estou folheando o meu aqui. Qualidade de primeira e muitas informações!

    Mais uma vez parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Fala Waldyr! Aqui é o Gilmar, sou amigo do Fábio Fliess e do Marco Teles (CEP). Quero primeiro agradecer pela dedicatória que recebi junto com o exemplar do seu livro.

    Excelente o seu trabalho! A qualidade do material impresso, a riqueza de detalhes e orientações, as recomendações quanto à segurança e os belíssimos roteiros escolhidos.

    A sua obra contribui para valorizar as riquezas naturais da Serra dos Órgãos, promover a prática segura dos esportes de aventura e preservar as trilhas e belezas naturais da região.

    Parabéns pela iniciativa. Recomendo a todos os meus amigos.

    Um grande abraço,
    Gilmar

    ResponderExcluir
  9. Olá Waldyr Neto,

    Estou lhe mandando este email para lhe parabenizar pelo excelente trabalho no guia! Ficou ótimo!
    Obrigado pela dedicatória e por ter feito este guia.

    Abraços,
    Pietro Scarascia

    ResponderExcluir
  10. Caro Waldyr,

    Parabéns por essa sua segunda empreitada! Parabéns principalmente pelo esforço, pela dedicação, pela persistência e pela organização que saltam à vista de quem folheia o livro.

    Essas qualidades pessoais são na verdade ingredientes necessários e fundamentais para editar um livro com esse nível de qualidade, tanto no conteúdo como na forma.

    Um abraço,

    André Rívola

    ResponderExcluir
  11. Oi Waldir,
    Uma boa tarde neste belo domingo!

    Estou lhe escrevendo para dizer a aventura que tive no ParNa Serra dos Órgãos nesta última semana. O seu guia foi determinante em todas as nossas atividades.
    Nunca estive na Serra dos Órgãos, e a minha primeira visita já foi bastante significante para mim.
    É incrível como que o parque é acessível, todos os caminhos são possíveis de se ir e todas as montanhas também.
    Eu sou pesquisador, trabalho com muriquis-do-norte no Parque Estadual da Serra do Brigadeiro. E mesmo sendo pesquisador encontro muitas dificuldades de ir em alguns picos da serra (inclusive tenho que ir escondido). E com a Serra dos Órgãos a situação é diferente. É incrível a sua acessibilidade!

    Nesta expedição, graças ao seu guia, foi possível: escalar o Dedo de Deus; fomos no cume do Garrafão e Pedra do Sino; fomos no cume do São João; ficamos três noites acampados no Acampamento Paquequer; fomos no Mirante do Inferno e pudemos escalar a Agulha do Diabo (!), escalada essa que me deixa impressionado até agora!

    Escrevo-lhe para parabenizar o quão bom ficou o livro e a sua importância para o incentivo da prática de montanhismo. Acredito que o montanhismo é uma atividade abençoada; uma atividade que requer condicionamento físico e psicológico. Ele não envolve competições diretas entre as pessoas, como o futebol por exemplo, e sim uma competição intrapessoal, uma competição sua com você mesmo. O montanhismo é a minha vida!

    Abraços,
    Pietro Scarascia

    ResponderExcluir
  12. O livro Trilhas de Petrópolis foi um grande incentivo para que eu voltasse a caminhar. Sou apaixonada pelas montanhas. Vou adquirir o Guia da Serra dos Órgãos.


    Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pela excelente iniciativa e que muito ajudará os excursionistas.

    ResponderExcluir
  14. Caro Waldyr Neto!

    Quero lhe agradecer, apesar do atraso em lhe agradecer; o envio de teu livro. Passei o Carnaval lendo. Serei breve na minha opinião:

    Simplesmente excelente, no conteúdo e acabamento!
    É uma verdadeira bíblia p/ quem gosta de trilhas como eu,apesar de não me aventurar em escaladas.
    Já fui 3 vezes até à Pedra do Sino, sempre no bate e volta.

    Moro em Paraibuna(Levy Gasparian-RJ), aonde fica a Pedra de Paraibuna, já estive no topo inúmeras vêzes; pena que a trilha esteja esquecida.

    Agora em Março, devo comprar mais um exemplar de teu livro, p/ presentear um amigo de trilhas. Lhe enviarei um e-mail p/ confirmar dados e valores. Muito obrigado, você foi muito atencioso comigo, e na medida do possível, sem lhe incomodar é claro; gostaria de trocar informações contigo via e-mail.

    Um abraço, e sucesso em teus empreendimentos.

    Marco, um amante de trilhas e montanhas.

    ResponderExcluir
  15. Didi,

    Parabéns, finalmente vi um exemplar do seu livro da Serra dos Órgãos. Vocês capricharam.
    Eta livro chic!
    Nunca vi tanta foto coloridá num livro.
    É livro de bacana.
    Parabens!

    Polacco

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo livro que possa ser mais uma das suas muitas realizações, e que todos os que tiverem o privilégio de ler, fiquem sempre com aquele gostinho de quero mais. um abraço. Elias Maio, RJ

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    parabéns pela iniciativa!
    Contem sempre com nosso apoio.

    Fabio
    www.guapimirimonline.com

    ResponderExcluir
  18. Pessoal. Estive no PNSO na semana passada e fui extremamente bem atendido em ambas as portarias (petrópolis e teresópolis), além de ter ficado no abrigo 4, o que foi muito legal pois tinha pouca e boas pessoas por lá. Rolou até banho quente!

    No Açu estão construindo o abrigo novo. O que será excelente para diminuir lixo e problemas sanitários por lá.

    O guia novo que saiu também está muito legal e foi muito útil. Mas não me economizou algumas horas pra achar o caminho na descida do morro do marco (mas confesso que se tivesse estudado o mapa do guia quando estava no cume do morro do marco teria me poupado a varação de mato sem fim).

    No mais, tive a feliz oportunidade de conhecer alguns cumes maravilhosos perto do abrigo 4 (papudo, São Pedro e Cruz) principalmente por causa do guia. O que também foi muito legal. Outras caminhadas rapidinhas nos arredores do Abrigo 4 são o São João e o mirante do inferno! Já estou querendo fazer as malas pra voltar lá e conferir a travessia da Neblina!

    Bons Ventos
    Ricardo Damian
    SJ Campos / SP

    ResponderExcluir
  19. Aí Waldyr, muito show o livro. Parabens!
    Recomendo a todos!

    ResponderExcluir
  20. Grande Waldyr, muito legal o guia.
    parabéns!
    fui ao verdadeiro pico do eco e realmente é dificil encontrar a trilha.
    Telcio

    ResponderExcluir
  21. Olá Waldyr e Ernesto. Grande livro. Fiz questão de adquirir um logo na minha primeira visita ao PARNASO(14/08/2010). Tinha tempo que queria esse livro e não perdi tempo. Tenho certeza que será muito útil para conhecer grande parte desse paraíso.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  22. Denis Gahyva

    O livro é excelente, gostei muito, mas de fato a correção foi oportuna em relação ao Pico do Eco, o chamado "falso Eco" é uma montanha de 2073 mts, denominada Pedra de Bico em alguns mapas da região, o verdadeiro Pico do Eco (1862 mts)fica mais abaixo a sudeste

    Abraços e parabens pelo livro

    ResponderExcluir
  23. Olá Waldyr!
    Fizemos mais uma trilha graças ao seu livro. Desta vez fomos ao Pinheirinho, no Caxambu.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  24. Parabéns pelo excelente guia ! De utilidade ímpar e fundamental para realizar com segurança caminhadas e escaladas pelo PNSO :-)

    Muito bem escrito!!!

    Abraços !

    ResponderExcluir